29 anos de alegria!!!

karinniver2014

29 anos! Feliz aniversário para mim! Esse será o último ano na casa 2. Esse post é rapidinho para dizer: OBRIGADA!

Hoje será um dia normal na minha rotina: vou a faculdade, irei trabalhar e a noite vou jantar com o maridón Eduardo! Esses últimos 365 dias tem sido incríveis e espero 365 dias mais incríveis ainda.

Obrigada pelo carinho, pela alegria, pelos comentários, pelas dicas, pela companhia e por me fazer amar blogar!!! Obrigada família e amigos!!! Obrigada pelos presentes, pelas mensagens, pelos telefonemas e pelos mil beijos e abraços apertados!!!

OBRIGADA!

 Para acompanhar todas as novidades do Prateleira de Cima:
LojaOnline | Facebook Twitter Instagram  | Skoob | Youtube | Bloglovin’

Blog Day 2014

voltaaaulas

Então hoje é o Blog Day, dia maravilindo para todos os blogueiros no mundo. E como a proposta espalhada pelo Rotaroots (não conhece? Descubra aqui) é indicar blogs superlegais e interessantes. Dessa forma ajuda na divulgação de novos blogs bacanas que temos por aí!

5 blogs que não saem do meu feed:

SerendipityNão ProvoqueNão me mande FloresPale SeptemberSernaiotto

5 blogs que eu conheci no Rotaroots:

Gosto de CanelaSai da minha lenteMil Pétalas – Chocottone – Babee

5 blogs para sair da rotina:

Ambiente Vistoriado – 9dades a solta – Teoria CriativaHello LollaIemai

Essa não é uma lista finita. Tem tantos blogs que queria colocar que só lembrei depois que montei a lista. Mas vocês podem conhecer outros lá na lista de blogs que acompanho no menu Outras Estantes.

Queria ter feito um post mais bacana com imagens e tudo mais, mas galerinha rica do coração, estou totalmente sem tempo. Preferi fazer algo mais simples e rápido, do que não fazer nada. Espero que gostem das minhas indicações

Até mais

 Para acompanhar todas as novidades do Prateleira de Cima:
LojaOnline | Facebook Twitter Instagram  | Skoob | Youtube | Bloglovin’

Eu li: A menina que roubava livros, de Markus Zusak

ameninaqueroubava

Terminei! E amei!

Ai gente que história boa de ler, que visão bacana que Zusak quis nos mostrar.

A menina que roubava livros era um livro que queria ler há muito tempo e com o lançamento do filme em janeiro acabei me animando mais para ler. O problema é que comecei a ler o livro, o filme foi lançado e não consegui terminar de ler. O resultado vocês já sabem: abandonei a leitura.

Em julho, durante as minhas férias, acabei retomando a leitura do livro. Como já sabem decidi continuar lendo as histórias que havia deixado de lado principalmente por conta da faculdade. Aproveite a viagem casa-faculdade-trabalho no ônibus para as minhas leituras (quando não estou viajando em pé, claro!).

ameninaqueroubava2Comprei a edição com a imagem do filme na capa. Na verdade, eu achava que tinha pegado esse livro na casa da minha mãe. Só que percebi que era outro livro que tinha colocado na bolsa.

A menina que roubava livros conta a história de Liesel Meminger, uma menina na qual a mãe a envia para adoção junto o irmão que, muito doente, acaba morrendo no caminho. No enterro do menino, Liesel acaba roubando um livro que havia caído da roupa do coveiro, tornando o seu primeiro furto de livros. A narrativa mostra a infância da menina na cidade de Molching, a amizade com o menino Rudy Steiner e as aventuras e sofrimentos vividos na Rua Himmel.

ameninaqueroubava1

No início, demorou um pouco para eu me simpatizar com a história. Ela se arrastava, não fazia muito sentido e eu não entendia muito bem a proposta do enredo. Me sentia perdida com a narração. Achava que era a menina, depois achei que era outra pessoa. Fiquei confusa! Antes da metade da história comecei a entender quem era realmente o narrador. Não direi quem é pois tira a graça de toda a leitura e da descoberta.

Quando lemos A menina que roubava livros sabemos que o fim será triste, trágico e que iremos chorar com aquela história. Porém, o narrador te acolhe com suas palavras enquanto conta os fatos. Você chora, mas parece que tem alguém ali te confortando.

ameninaqueroubava3

A citação que mexeu comigo!

Zusak foi bem feliz em seu objetivo. Ele queria mostrar a 2º guerra mundial de uma outra maneira: a partir dos olhos das pessoas alemãs que tiveram suas vidas modificadas por conta dela. Zusak escreve uma história contando os problemas, a miséria, a tristeza que os cidadãos alemães pobres tiveram que passar por conta da guerra. Elas não eram a favor daquilo, mas não podiam dizer nada pois sabiam o que isso poderia resultar.

É um livro bem escrito, triste com toda delicadeza e sensibilidade que pode ter. Recomendo a leitura para qualquer um.

Ainda não assisti o filme, mas não perderei a oportunidade assim que tiver um tempinho na agenda.

 Para acompanhar todas as novidades do Prateleira de Cima:
LojaOnline | Facebook Twitter Instagram  | Skoob | Youtube | Bloglovin’

Aquele com as notícias do mês #1

karincareta

Quem faz careta, é mais feliz!!!

Estou sumida, mas eu já imaginava que seria assim.

Como já sabem as aulas da faculdade já voltaram. E o ritmo está puxado, principalmente por conta do trabalho e do número grande de atividades e trabalhos. Já estou na metade do curso e a sensação de reta-final cada dia fica maior, principalmente porque já tenho que pensar no meu TCC (monografia). Ainda não tenho nada em mente (aceito sugestões) e essa sensação de branco só me apavora, mas sei que no fundo tudo dará certo.

Já tenho mais de um mês no trabalho novo e estou adorando! Cada dia entendo mais os procedimentos e me sinto mais pertencente aquele ambiente.

Coisa bacana dessas últimas semanas é que consegui terminar de ler 2 livros que estavam abandonados lá na estante. O caminho de volta do trabalho tem me dado essa oportunidade de ler um pouco. Tenho a vantagem de poder ler no ônibus (proeza desenvolvida anos atrás :P) e isso ajuda a acelerar a leitura.

Em relação ao blog, vou tentar dar mais atenção por aqui, mas não prometo nada. Vocês sabem que vida de estudante que trabalha é muito corrida, principalmente para quem ainda tem que cuidar da casa e etc (pior ainda para quem filhos, viu?). Vou tentar publicar alguns posts que estão pré preparados, principalmente os da blogagem coletiva do Rotaroots.

Bom, para fechar, estou no inferno astral e nunca gosto muito desse período, mas por incrível que isso possa parecer, estou muito animada para o meu aniversário. Mesmo sabendo que a data será uma segunda-feira, super normal de faculdade e trabalho. Feliz!!!

E como tem sido os dias de vocês???

Para acompanhar todas as novidades do Prateleira de Cima:
LojaOnline | Facebook | Twitter | Instagram | Skoob | Youtube | Bloglovin’